blog

Qual a diferença entre Acerto de Injeção Programável e Remap?

Injeção Programável e Remap

Não é segredo para ninguém que minha expertise é em acerto de Injeções Programáveis (e se alguém ainda tem dúvida, eu não faço remap).

Mas qual a diferença entre Acerto de Injeção Programável e Remap e por que gera tanta confusão?

A proposta das duas práticas é basicamente a mesma: adequar a calibração para uma nova configuração mecânica do motor ou, em alguns casos, espremer os últimos lb/min de fluxo de uma turbina original (mais usual para remap).

Mas os métodos de Acerto Injeção Programável e Remap são completamente diferentes.

A Injeção Programável

Para utilizar uma injeção programável, na maioria das vezes, precisamos remover a central original e fazer a configuração de todas as funções do carro que passarão a ser controladas pela nova injeção eletrônica. Toda a elétrica do carro precisa passar por uma adaptação do chicote original e é preciso acertar todos os mapas (combustível, avanço, correções, marcha lenta…) DO ZERO. Sendo necessário vários testes de dirigibilidade na rua e refino no dinamômetro.

Fazemos a substituição da injeção original por uma programável principalmente em carros mais antigos, normalmente carros dos anos 90 a 2000, no máximo, onde a elétrica ainda não era tão complexa. Em carros mais novos é necessário um trabalho via comunicação CAN para enganar a os módulos BCM ou montar a programável em paralelo a original, o que leva a muitos problemas subsequentes se não for feito com muita cautela.

O Remap

Devido a essa dificuldade elétrica/eletrônica na maioria das vezes em carros mais novos com modificações mais leves a vantagem é total para o remap.

O remap trabalha em cima da injeção eletrônica original, alterando os mapas somente onde necessário para as alterações mecânicas que foram feitas. Todo o acerto de dirigibilidade em baixas cargas, partida, marcha-lenta, funcionamento a frio permanece como a fábrica fez, ou seja, com altíssima qualidade.

Mas não me entendam mal. Não estou falando que remap é um processo fácil, até porque é preciso um trabalho de descriptografar os mapas originais para poder alterá-los e substituí-los, além de ser necessário encontrar um software e um hardware que seja compatível com o módulo original do seu carro. Somado a isso, é preciso passar por inúmeros testes no dinamômetro para conferir se realmente houve um ganho a partir do novo mapa. A maior parte do trabalho do remap é conseguir chegar até o mapa dentro da injeção original e saber onde alterá-lo para o efeito desejado.

Injeção Programável e Remap

A verdade é que não existe certo ou errado entre Injeção Programável e Remap. Você pode adotar a prática que preferir para o seu carro. Alguns tem elétrica mais simples e fácil de ser removida, onde uma injeção eletrônica programável bem feita e bem calibrada pode ser um upgrade no controle do motor. Outros casos a elétrica é tão complexa que o trabalho de montagem e o resultado obtido com uma programável não vale e o remap acaba sendo mais simples.

O fato é: em casos extremos de preparação pesada, comandos de válvulas agressivos, turbos grandes, mudança de cilindrada e coletores de admissão e escape eventualmente será necessário ir para uma injeção eletrônica programável.

No meu caso, como aqui na @stoich.automotive trabalhamos com carros antigos e clássicos com motores preparados e atualizados para serem utilizados no dia a dia ou em pista, fazemos a substituição da injeção original por uma programável num processo chamado de “retrofit”. Neste processo tomamos o cuidado de manter todas as funções antigas e adicionar novos componentes para melhorar o controle do motor. A instalação de uma injeção programável deve ser um upgrade não um downgrade.

 

Agora que você já sabe a diferença entre Injeção Programável e Remap, eu criei um material com todo meu processo de acerto de injeções programáveis para você se guiar quando for acertar.
Clique no link e baixe agora: https://tunedbydellilo.eng.br/ebook-processo-de-acerto/

E se você quer aprender a acertar qualquer injeção eletrônica programável, do zero ao avançado, eu gostaria de apresentar o meu curso Tune It Yourself.
Clique no link e saiba mais: https://tuneityourself.com.br/

Gostou do Conteúdo? Compartilhe!

Rafael Dellilo

Rafael Dellilo

Tuner há 13 anos e Engenheiro Eletrotécnico

@tunedbydellilo

MEUS CURSOS

Clique nos títulos para saber mais.

Tune It Yourself

Aprenda a acertar qualquer injeção programável, do zero ao avançado em um curso 100% online.

Acerto Avançado de Motores na Prática

Curso presencial para você aprender a acertar qualquer injeção programável em um dinamômetro homologado pela indústria automotiva.

Veja também